quinta-feira, 30 de outubro de 2014

60ª Feira do Livro

 
Muita arte,
sonho,
ficção,
poesia,
drama,
teatro,
fotografia,
artes plásticas,
romance,
etc...
A Feira do Livro já começou.
Leiiiiiiiiiiiiiia...

Suíte Maria Bonita e...


Mehmari e Leandro Maia
       Suíte  Maria  Bonita e Outras Veredas
 
Bem me lembro do Leandro, quando da sua premiação com o excelente trabalho "Mandinho", prêmio Açorianos de Melhor Disco Infantil. Eu, um dos jurados, dediquei-lhe na época, advérbios poéticos ao seu talento musical! Pois, neste novo trabalho Leandro Maia é muito mais em palavras cuidadas e suítes de andamentos melódicos contrastantes eruditopopulares. Sua "Suíte Maria Bonita e Outras Veredas, é um CD instrumental que conjuga no imperativo do verbo "IR", uma viagem de luxo e poesia cancioneira, romanciada com a acuidade das participações de André Mehmari, top músico (produtor), Maria João(voz de reflexão especial), Vitor Ramil, Marcelo Delacroix, Sérgio Santos, Thiago Colombo, Fábio Mentz, Silvio Mansani, Luke Faro, Miguel Tejera, Neymar Dias, Pedrinho Figueiredo e Antonio Loureiro. Todos carimbados artistas pela excelência do bom gosto e da competência. Pois então, ides vós ao encontro dessa-nova canção brasileira de Câmara! Vai e vá, urgente ouvir Leandro Maia e sua obra em waterfall poética. Como uma cachoeira musical indizível...........
 
Zé Augustho Marques

quarta-feira, 29 de outubro de 2014

Nancy Araújo no Café do Margs


 
Zé Augustho, Nancy e Sil Farnei



Nancy, Sil e Graça Garcia

Zé Augustho, Nancy e Sil Farnei


fotos Graça Garcia e Zé Augustho

segunda-feira, 27 de outubro de 2014

E AGORA JOSÉ...............

E AGORA JOSÉ?

TEU POVO DIVIDIDO

QUASE ENSURDECIDO

QUASE DESVALIDO

QUASE DESFALECIDO

LONGE DE ATREVIDO

METADE ENFURECIDO

METADE ENRUSTIDO

OLHO NO VIDRO

FECHADO NA HIDRO

METADE HÍBRIDO

HIPÓCRITONIDRICO

APÓCRIFODIDO

HIPOGLICENÍTRICO

HIPOGLICEMÍDICO 

NO CÍTRICO SALICÍDRICO

DO FUTURO...............

BRASILEIHÍBRIDO DE ESCOLHAS

SEM ESCOLHA

DE ESCOLAS.............

ESMOLAS MAIS VIRÃO DE UM VERBO

CHAMADO ESCOLHER

QUE PODE SER O MOTE VERBAL

DE COLHER...............

COLHE E ESCOLHE BRASIL..............

AGORA JOSÉ............

domingo, 26 de outubro de 2014

MORTE MATADA MORTÍFERA MORREDORA

morre de morte mortífera matadora

o DOLEIRO ALBERTO YOUSSEF..................

BRASIL MOSTRA A TUA CARA..................

PALAVRAS 2014

O LIVRO PALAVRAS 2014 DA AJEB ESTÁ PRONTO PARA SER AUTOGRAFADO

NA FEIRA DO LIVRO..................

PARTICIPO DESTA COLETÂNEA COM MUITA HONRA.............

sábado, 25 de outubro de 2014

NAVALHA NA CARNE DAS BANDEIRAS


AMANHÃ será dia de eleições finais no BRASIL PARA DEFINIR NOSSOS RUMOS.

POIS DEIXO AQUI UMA MENSAGEM PARA REFLETIR NOSSO MOMENTO:

ESTÁ NA HORA DE ENTENDER-MOS DE UMA VEZ, QUE NÃO SOMOS

ADVERSÁRIOS POLÍTICOS DESSA POLÍTICA ATUAL QUE QUEREM NOS

EMPULHAR NO EMPURRÃO DAS MÍDIAS.......................

SALVE-SE QUEM PUDER NESSE MERGULHO DE QUEM ROUBA MENOS É O

MELHOR, NÃO É A SOLUÇÃO PARA AS URNAS.............

RESPEITO OU AGRESSÃO, AOS NOSSOS DIREITOS DEMOCRÁTICOS?

RESPONDA PARA SI........... QUANTA CUSTA A VERDADE E A SOBERANIA ?

QUANTO VALE A SOBERBA DAS ELITES GOVERNANTES?

PARA QUE SERVE O PODER PARA AS MINORIAS?

PARA QUE SERVE O DESENVOLVIMENTO DO PAÍS SEM EDUCAÇÃO?

ISTO POSTO, ESTÁ NAS DUAS PROPOSTAS DOS CANDIDATOS

AO PODER.............................

NENHUM DELES DIZ QUE EDUCAÇÃO É A FONTE DESSE NOSSO

TARTARUGANTE

DESENVOLVIMENTO...............

NENHUM DESSES CANDIDATOS A CANDIDATO DE CHEFE Do NADA,

FALA EM RECUPERAR O TEMPO PERDIDO COM NOSSAS CRIANÇAS

Á BEIRA E NA RABEIRA

DAS DROGAS E DA VIOLÊNCIA URBANA..................

QUE PREÇO PAGAREMOS PARA ESTA ESCOLHA?

TEMOS DE VOTAR E ESCOLHER......................

MAS NÃO TEMOS QUE NOS DIVIDIR EM BANDOS DE ALIENADOS

PORQUE AS MÍDIAS BURRAS QUEREM, EXEMPLO VEJA...........

A VEJA REVISTA , OPORTUNISTA E REDUCIONISTA DOS FUTUROS...............

MAS HÁ MAIS COISAS ODIOSAS NESSES FACEBOOKS QUE

ALGUNS DESAVISADOS ENTRARAM DE GAIATO NA PILHA DA DISCÓRDIA,

COMO: NEGRO CONTRA BRANCO, JUDEU CONTRA PALESTINO, CRISTÃO

CONTRA MUÇULMANO, RICO CONTRA POBRE,

BURGUÊS CONTRA REMEDIADO, ALEMÃO CONTRA ............. E POR AÍ VAI.....

NÃO TEMOS QUE NOS DIVIDIR !!!!!!!!!

POIS DESSA FORMA SERÁ MAIS FÁCIL O CONTROLE DA PIRÂMIDE

SOCIAL.....................

PENSEM NAS CRIANÇAS MUDAS TELEPÁTICAS COMO POETIZOU

VINÍCIUS..........PENSEM NAS MULHERES ROTAS ALTERADAS............

PORQUE COMO TAMBÉM EM POÉTICA SOCIAL DISSE CAZUZA,

BRASIL MOSTRA A TUA CARA,

QUERO VER QUEM PAGA PARA A GENTE FICAR ASSIM............

NOSSO CARTÃO DE CRÉDITO AGORA SERÁ A NAVALHA DA

PONTA DO DEDO INDICADOR, BEM AFIADA,

PARA DEPOIS COBRAR INTENSAMENTE DE QUEM VIER

NOSSO FUTURO, QUE JÁ CHEGOU!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

 

Zé Augustho Marques

Poeta e Crítico de Artes

Out.2014


COMENTÁRIOS:

Na minha opinião vivemos em um País anárquico em todos os sentidos.
Vamos levar gerações para atropelar este oportunismo da mente das pessoas.
Tens razão, a educação é tudo, é base!
Abraços e boa sorte amanhã!
Carlos Schmidt

Zé Augustho
Cada vez mais te admiro....
venha nos assistir GPS GAZA,  só tem hoje e amanhã – 20h na Sala Álvaro Moreyra
te espero!!!
Deborah Finocchiaro
Companhia de Solos & Bem Acompanhados
51 9136.4437 (claro) / 51 3217.7640 (net fone)
Skype: debifino
www.deborahfinocchiaro.com
http://companhiadesolosebemacompanhados.wordpress.com/

 

quinta-feira, 23 de outubro de 2014

Jorge Luis Martins


 

Biografia de Jorge Luis Martins



Jorge Luis Martins, é autor dos livros: “Meu Nome é Jorge” (Biográfico), “O Menino da Caixa de Sapatos” (Infantojuvenil) e “O Menino e o Seu Segredo” (Infantil), nasceu em 12 de agosto de 1957, na cidade de Novo Hamburgo, Rio Grande do Sul. É formado em Administração pela FARGS, Pós graduado em Psicopedagogia pela Unicid,  pós em Educação Infantil,concluiu inglês avançado na UP Idiomas, cursou Neurociência,Teatro no Tepa. Fez curso para atores para televisão e cinema na Casa de Talentos do Rio de Janeiro. Como ator, participou de diversos curtas e longas-metragens, programas de televisão e também de audiovisuais. É Técnico em Transações Imobiliárias pelo Instituto Monitor.  É empresário no ramo de locações de veículos, Corretor de Imóveis, Ator, Escritor, Psicopedagogo, Palestrante, Editor e colunista do Jornal Gramado Enfoco.

Obs: Neste segundo semestre começará a ser rodado o longa metragem “Meu Nome é Jorge”, baseado no livro e na vida do escritor.

 

Patrono das Feiras:

- Augusto Pestana 2014 14ª feira

- Estação/RS 2014

- Estância Velha 2014

- Gramado em 2014

- Garibaldi 2014

- Pantano Grande 2014

- Portão 2014 4ª feira do livro

- Presidente Lucena 2014

- Tupandi em 2013

- Sinimbú em 2013

- Maçambará em 2013

ESCRITOR HOMENAGEADO:

- Escola Chapéu do Sol/RS, em 2013

- Feira do Livro de Dom Feliciano/RS,  em 2014

- Escola Walter Jacob Bauermann, de Estância Velha/RS (Desfile Cívico com o tema Meu Nome é Jorge).




Sinopse, Meu nome é Jorge:
O livro Meu nome é Jorge é um exemplo de resistência e abnegação. Nele, o autor nos mostra, na prática, aquilo que, em tese, os especialistas reiteram todos os dias: a importância da família na formação humana. Essa é a principal mensagem do livro, mostrar ao leitor como a manutenção de vínculos familiares, em todas as circunstâncias da vida, é fundamental para vencer.
É comovente a insistência de Jorge em manter os vínculos familiares, mesmo diante da rejeição e do clima de beligerância enfrentados desde o nascimento. Em seu livro, é relatada uma história de vida desde o primeiro berço em uma caixa de sapatos até a construção dos meios para uma sobrevivência digna, a árdua construção de um projeto de vida, a formação acadêmica. Tudo isso por caminhos nada triviais, especialmente nos atribulados anos da infância como menino de rua, até o início da vida adulta. A narrativa retoma o passado e chega ao

Sinopse livro "O Menino da Caixa de Sapatos"
Após o grande sucesso de lançamento do livro "Meu nome é Jorge", o escritor Jorge Martins apresenta mais uma obra de impacto com a narrativa de uma história real de luta, sobrevivência e realização de sonhos.
Dono de uma trajetória de vida singular, o escritor – que viveu parte de sua infância e juventude como menino de rua e hoje se tornou um idealizador de sonhos - relata nas páginas de sua obra, algumas de suas fortes experiências de vida.

80 Anos UFRGS





 
 
 
o Museu da UFRGS inaugura, no dia 29 (quarta-feira), a exposição Coleções de Saberes: trajetórias de conhecimentos na UFRGS, que comemora os 80 anos da Universidade. Gostaríamos de convidar a todos a visitar a exposição e solicitar apoio na divulgação da mesma.
Segue o release sobre a mostra, com algumas imagens em anexo.
 
Exposição Coleções de Saberes: trajetórias de conhecimentos na UFRGS
Inauguração: 29 de outubro de 2014
Encerramento: 29 de maio de 2015
Visitação: De segunda a sexta, das 9h às 18h
Agendamento de grupos: Preenchimento do formulário no site www.ufrgs.br/museu
Entrada franca.
 
“O Museu da UFRGS apresenta ao público a exposição Coleções de Saberes: trajetórias de conhecimentos na UFRGS. A mostra será inaugurada em 29 de outubro de 2014, e integra parcelas do diverso patrimônio cultural produzido e preservado pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul – que, em 2014, comemora seus 80 anos.
 
Os acervos e coleções são provenientes dos diversos espaços que compõem a Rede de Museus e Acervos Museológicos (REMAM/UFRGS). São instrumentos, obras de arte, artefatos arqueológicos, fósseis, publicações, rochas e minerais, acervos de ensino e muitos outros elementos, que proporcionam ao visitante uma visão multidisciplinar da história da Universidade e do conhecimento científico e empírico que é fruto dela.
 
Neste momento em que a UFRGS procura refletir sobre sua trajetória, convidamos o público a conhecer alguns dos locais de pesquisa, de formação de ideias e de indivíduos comprometidos com a busca de um mundo melhor para todos. A exposição pode ser visitada até 29 de maio de 2015, de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h. A entrada é franca, e os agendamentos para turmas e grupos podem ser feitos através do preenchimento do formulário no site www.ufrgs.br/museu
 
 
Fico à disposição.
 
Atenciosamente,
Luana Schmitz
 
Unidade de Produção e Divulgação
Museu da UFRGS
Av. Osvaldo Aranha, 277 – Porto Alegre – RS – 90035-190

Greice Morelli


                                    
              
     

Greice Morelli - Concerto Comunitário Zaffari 19/10/2014
Greice Morelli canta "The man I love", de Gershwin, acompanhada da Orquestra Unisinos Anchieta, sob a regência do Maestro Evandro Matté.
00:04:59
Adicionado em 20/10/2014
147 exibições

Acústicos & Valvulados


               
       


http://bit.ly/lojaacusticos Música do álbum "Meio Doido e Vagabundo - O Fino do Rock Mendigo", 2014 (P.James) DIREÇÃO E EDIÇÃO Sérgio Caldas | DIREÇÃO DE FOTOGRAFIA Alessandro Deretti | ASSISTENTE DE…
00:04:55
Adicionado em 30/09/2014
2.108 exibições
 

Lourdes Rodrigues

Eu me lembro dela, já na barriga da minha mãe......

UM BOÊMIO DA FAMÍLIA, falava que uma tal de Lourdes,
 
cantava demais.

Pois eu nasci, cresci, ouvindo por 20 anos, ELIS, Mercedes,
 
Black Sabath, Pink Floyd,Tom Jobim...

Eu me lembro bem, foi num barzinho na José de Alencar,

quase com a Getúlio, que com os mesmos vinte anos eu a vi

 cantar!

Que intérprete! No fim do show fui cumprimentá-la e lhe disse:

Você é a Lourdes ?.....e ela sorrindo: Lourdes Rodrigues.

Agora, é LOURDEUSA Rodrigues da música,

 poesia que fica no coração.

Zé Augustho Marques
poeta e crítico de artes 

quarta-feira, 22 de outubro de 2014

É O FIM

NÃO AGUENTO MAIS INTERPRETAR AS DECISÕES DO JUDICIÁRIO BRASILEIRO.

O SUPREMO AGORA TORNOU MAIS QUE NEBULOSA A NEBULOSIDADE QUE

ATINGIU OS CÉUS DA NAÇÃO NO MAPA VERDE AMARELO JÁ TÃO DIVIDIDO...........

LEMBRAM DO SR, DANIEL DANTAS?

UM BAITA CORRUPTOR ENTRE TANTOS NO BRASIL|........

LEMBRAM O DELEGADO PROTÓGENES QUANDO O DENUNCIOU?

POIS O DENUNCIANTE DELEGADO FEDERAL É QUE FOI PUNIDO COM A PERDA

DO CARGO E PRISÃO DE DOIS ANOS E MAIS ALGUNS TEMPOS............

E, E PASMAR É UTERINO, POIS O DANIEL CORRUPTOR, FIGURA CARIMBADA

DA CORRUPÇÃO NO ÁLBUM NEGRO DA VERGONHA NACIONAL, ESTÁ SOLTO,

E LIVRE, LEVE, E .............

NÃO AGUENTO MAIS SER ENXOVALHADO..............

NÃO AGUENTO MAIS ESTA INSEGURANÇA QUE MEDRA EM MIM..............

ATÉ MEUS QUERUBINS, JÁ ESTÃO A FINS......................FIM.

domingo, 19 de outubro de 2014

Opinião

A FEIRA DO LIVRO ASSOMBRADA
 
 
Editor responde a artigo do Patrono da Feira do Livro de Porto Alegre RS,
Airton Ortiz, e reafirma as críticas à publicação de livro
de ex-agente do DOI-CODI

 
Com a escolha do patrono da 60ª Feira do Livro de Porto Alegre, a Câmara Riograndense do Livro dá razão a uma hipótese preocupante: a de que um livro negacionista da tortura no Brasil e assumidamente racista não tem importância na biografia de seu patrono escolhido.

O próprio patrono, Airton Ortiz, sugere isso, em torrencial artigo de autoelogio publicado neste mesmo caderno, no dia 12 de outubro, no qual numa tarabiscoitada pirueta de palavras sai pela tangente da publicação do livro Brasil Sempre, escrito por um ex-agente da ditadura e editado pela editora então de propriedade do patrono, em 1986. Pelo que se depreende do artigo - muito semelhante, curiosamente, a uma carta em papel timbrado que a Câmara Rio-Grandense do Livro fez circular defendendo a sua escolha, assinada por outra pessoa -, Ortiz conclui que seu ato de edição e difusão do livro não teve importância no conjunto de sua trajetória.

Brasil Sempre, o livro em questão, nega o que vem sendo revelado com detalhes e crueza chocante, como o atentado que vitimou Zuzu Angel e os bastidores de assassinatos como o de Wladimir Herzog, nas celas do DOI-CODI. O próprio patrono, no artigo publicado neste caderno na semana passada, constata as dificuldades da Comissão da Verdade em esclarecer todos os episódios. A publicação de Brasil Sempre contribuiu para tornar a névoa sobre essa memória ainda mais espessa.

Segundo a Câmara Rio-Grandense do Livro, tal edição realizada pelo patrono seria uma manifestação positiva de democracia e de tolerância ao dar a voz ao militar opressor, o araponga e porta-voz da força discricionária (ainda durante o tempo da Ditadura e a sua transição sob imposição do medo coletivo). Quem se der ao trabalho de ler o livro, contudo, verá que o editor deu voz e papel para que o autor, de forma subjetiva e sem documentação, afirmasse a ação branda da ditadura em sua própria defesa (auto-alegada legítima), ocultando casos relatados, testemunhados e documentados de torturas, violência, terror e assassinatos.

O autor de Brasil Sempre não tem pruridos em ser extremamente racista (nas páginas 63, 65, 67 e 72); em atacar a Igreja chamando de mentirosos a tantos religiosos que procuravam esclarecer os fatos e consolar suas vítimas, inclusive o Cardeal Dom Evaristo Arns (nas páginas 73, 95, 107, 113, 206 e 207 ); em elogiar o ditador Emilio Garrastazu Médici por suas ordens violentas (página 87) e o general Golbery do Couto e Silva pela criação do SNI e DOI-CODIs (página 100); em ameaçar com o terror, recrudescimento da força militar e novo golpe, caso Leonel Brizola viesse a vencer eleições presidenciais (página 80); em afirmar que todo intelectual de esquerda é mentiroso (página 251); em considerar Paulo Maluf o único político confiável no Brasil (página 242); em solicitar "apoio irrestrito" e financeiro de empresários , proprietários rurais e chefes de família à TFP (organização direitista Tradição, Família e Propriedade) (página 243); e em lamentar-se por não existirem guerras confiadas aos militares brasileiros (página 245).

Publicar um livro favorável à ditadura em tempos de ditadura costuma ser proveitoso para alguns, especialmente em termos financeiros. O patrono alega hoje, peremptório na oratória em sua defesa, que o autor ficou preso por 10 dias por motivos políticos, pela audácia desta publicação. É mentira. De forma singela, o próprio autor informa na página 251 do livro Brasil Sempre que isso iria ocorrer, não por alegada motivação política ou por revelação de fatos sigilosos (que ali não estão), mas por infração ao Regulamento Disciplinar Militar, pelo qual deveria ter informado ao seu superior hierárquico militar a decisão pela publicação e não o fez, acarretando a possibilidade da punição regimental.

O patrono da Feira do Livro de Porto Alegre, editor deste livro abjeto, vangloria-se de ter vendido 20 mil exemplares de tal panfleto destituído de literatura e imaginado para a difusão de ideias fascistas e derrisórias para a Humanidade. Num cálculo rápido constata-se que o editor amealhou uma quantia considerável com o feito polêmico. Tudo muito conveniente e muito confortável, porém o patrono considera que isso não tem importância.

Ao se alinhar a tal tese, a Câmara Rio-Grandense do Livro, solidária a seu patrono, profere um insulto aos que foram agredidos com torturas, aos que foram assassinados e feridos pela ditadura militar. A tortura e a difusão da negação de tortura são crimes contra a Humanidade e não têm prazo de prescrição, podendo e devendo ser apontados e julgados a todo instante, para a proteção da liberdade e da dignidade humana.

Triste, conforme sugere o patrono no seu artigo, será justamente ter lido este livro inútil e desnecessário. Triste igualmente é o uso que o editor faz em seu texto, para abonar sua conduta, do nome de Olívio Dutra, ex-governador e ex-ministro de Estado - justamente o alvo primário das missões de espionagem e monitoramento sistemático realizados pelo agente do DOI-CODI autor do livro Brasil Sempre. Será que Olívio Dutra deu sua aquiescência ao patrono para uso de seu nome no texto publicado em 12 de outubro pelo jornal ZH, para restaurar a imagem estilhaçada do editor e patrono?

Dessa maneira e por esta decisão com relação à escolha de seu Patrono, a Feira do Livro de Porto Alegre torna-se a Lua. Tem um lado luminoso, de luz refletida pelas ambições do mercado, os números dos recordes de vendas, pelo frenesi alucinado do consumo e possui um lado oculto, assombrado. Um lado escuro e glacial no qual estão cuidadosamente escondidos estes deslizes monstruosos.

Para este lado de exclusão também estão removidos e olvidados tantos livros, autores, autoras e artistas que foram perseguidos, torturados, exilados, censurados e feridos pela ditadura militar, pelo deliberado esquecimento do fato repulsivo - a publicação do livro de elogio à ditadura e seus feitos. Ao sagrar seu editor patrono, a Câmara carimba e marca a estes tantos autores e obras com a etiqueta do que igualmente também não tem importância. E os afasta da 60ª Feira do Livro de Porto Alegre.
No entanto, entre esses excluídos estão autores e autoras brilhantes (não será necessário citá-los) com obras primas importantes na Literatura brasileira e para um público que ainda aprecia livros e leitura. Será que tudo isso, de fato, não tem importância?

Alfredo Aquino - artista plástico, escritor e editor.

CATIVO - Pintura em óleo sobre tela (1980), de Alfredo Aquino; exposta em individuais no MASP São Paulo (a convite do Prof. Pietro Maria Bardi) e no MARGS Porto Alegre, ao tempo da ditadura militar. Acervo do MARGS Museu de Arte do Rio Grande do Sul Ado Malagoli - Porto Alegre RS

Reprodução fotográfica: Fabio del Re / Carlos Stein MARGS
Caderno PROA - Jornal ZH - Porto Alegre RS - 19 de outubro de 2014

Artista Plástico Paulo Byron


 

sábado, 18 de outubro de 2014

AS METADES DO BRASIL

A MINHA GRANDE PREOCUPAÇÃO NO MOMENTO NÃO É COM AS ELEIÇÕES

A LESMA DESSA DEMOCRACIA EM QUE VIVEMOS ARRASTADOS PELA IGNORÂNCIA

GERAL DAS ONIPROPOSTAS DE LADO A LADO, ME LEVAM A VER QUE O BRASIL SOFRE E SOFRE SÔFREGO

DE UMA GELATINOSA SENSAÇÃO DE QUE NADA MUDA E NADA ACONTECE A FAVOR

E EM FAVOR DA NAÇÃO............ APENAS OS ESCÂNDALOS ESPETACULARES REPRESENTADOS POR TODOS OS PARTIDOS DITOS GRANDES................

GRANDES NA SAFADEZA E NA ESPERTEZA DE COLOCAREM SUAS IDIOSSINCRASIAS

EXPOSTAS NA BOCA DO SAPO-POVO.........



E, O POVO REPETE ESSAS FRASES DE EFEITOS SEDUTORES NOS FACES E NOS

BUEIROS DAS RUAS SUJAS DE SANTINHOS.......................

EXISTE UMA PERIGOSA BRIGA DE METADES IDEOLÓGICAS ATUALMENTE NO BRASIL.

UMA METADE PODRE DA LARANJA PODRE NO POTE PODRE DA CORRUPÇÃO,

E OUTRA METADE DO BAGAÇO DA LARANJA QUE SOBREVIVE DO SUCO DE TODOS

OS SUORES DAS CLASSES MAIS HUMILDES...............

ESTA PRIMEIRA METADE FOI A MESMA QUE DISSE O QUE NÃO FEZ E VOTOU NO QUE

NÃO DISSE DAS SUAS IRRESPONSABILIDADES SUPRA MIDIÁTICAS E ESCROTAIS........

JÁ A SEGUNDA METADE FOI A MESMA QUE COMEU O FRANGO DO FERNANDO HENRIQUE CARDOSO E................

AGORA ARROTA LULA COM MEL E,,,,,,,,,,,,,,

EXISTE PERIGOSAMENTE ESSA BRIGA DE METADES DA LARANJA POBRE E PODRE

QUE DESIDEOLOGISA ESTA TERRA QUE TEM LUGAR PARA TODOS E RIQUEZAS

PARA TODOS E NÃO SÓ PARA UMA METADE BRASILEIRA,,,,,,,,,,,,,

CHEGA DE ÓDIO E PRECONCEITOS POLÍTICOS..............

BRASIL MOSTRA LOGO A TUA CARA.

sexta-feira, 17 de outubro de 2014

A Evolução Silenciosa

Que fascinante...
Nem tudo nesta vida tão pouco levada a sério, está perdido!
Por incrível que pareça, ainda tem pessoas que se preocupam com a preservação...
acho que o homem não é tão ruim assim...
essa sociedade capitalista é quem
modifica o indivíduo...
e eles acabam por esquecer o essencial, o que é uma pena!!
...ainda há muito a se aprender, então o jeito é ir
caminhando enquanto o amanhã existir...
 
 
"Leve a termo aquilo que está dentro de suas capacidades ao
invés de correr atrás daquilo que jamais será alcançado".
 Até o fim do ano começará a última fase do trabalho. DeCaires, o Parque Nacional Marítimo e a Associação Náutica de Cancún vão convidar outros artistas para contribuir para o museu submarino.
 
Um exército de figuras humanas vai deixar a praia em Cancún, no México, para ser submerso. As esculturas de Jason DeCaires Taylor vão ajudar na recuperação das barreiras de corais .
 
As esculturas são feitas de cimento. Com sua obra, DeCaires tenta unir a arte e o meio ambiente .
 Sua obra, ' A Evolução Silenciosa ' , é inspirada em pessoas reais - na maioria mexicanos comuns - que foram transformadas em esculturas submarinas para dar abrigo à vida marinha .
 O escultor conta que há enorme pressão sobre os corais na região de turismo intenso. Sua intervenção tenta representar a responsabilidade de todos sobre os danos ambientais, sob uma perspectiva  otimista
A composição química e o acabamento em cimento das esculturas promove a colonização da vida marinha, que com o tempo vai cobrir as esculturas em cores diferentes .
As primeiras peças deste museu submarino, submersas em 2009, são o ' Homem em Chamas ' (baseado em um pescador local), o ' Colecionador de Sonhos Perdidos ' e a ' Jardineira da Esperança ' .
Com sua obra, DeCaires quer ressaltar que, apesar de nos cercarmos de edifícios, não podemos esquecer o quanto dependemos da natureza .
O principal grupo - que consiste em 400 figuras pesando mais de 120 toneladas - será submersa nas próximas semanas. Quando isso ocorrer, o artista vai perder o ' controle estético ' sobre sua obra, que ficará a cargo da natureza .
Os modelos vivos usados por DeCaires vão desde uma freira de 85 anos até um menino de 3 anos. Para fazer os moldes, ele cobriu de gesso um contador, uma professora de ioga, um estudante, um acrobata e até um jornalista da BBC.


quinta-feira, 16 de outubro de 2014

Nossa Saúde

SAIU O JORNAL NOSSA SAÚDE - Nº 3 - OUTUBRO DE 2014    
 
Nesta edição de outubro, novamente, muitas matérias interessantes para sua saúde e bem-estar. O jornal Nossa Saúde tem foco na sua qualidade de vida. Dedicado à saúde, atinge um mercado que não para de crescer, com uma grande demanda por parte da população. Em suas páginas, dicas, atualização, recursos, entrevistas, contribuição de profissionais renomados. Leia e divulgue sem moderação.
 
Para ler, clique no anexo ou abaixo:   

Arthur de Faria

Amigos, Romanos, Patrícios!

Acabamos de lançar a quarta canção, com seu audio e video, do nosso (o argentino Omar Giammarco e eu) projeto "Música Menor".
O trabalho completo deve sair ano que vem, no primeiro semestre, ainda não sabemos em que formato.
Enquanto isso, todas as músicas vão sendo lançadas em audio e video.
Esta aqui é uma letra do Omar, baseado numa história verídica dos amigos poetas dele (eu acho que é dele mesmo...)
Música minha e do Pezão.
Divirtam-se. Espalhem. Lá embaixo tem o link das outras três que tão prontas.
Beijo nas mina e abrazzo nos mano.



ME VOY CON LOS POETAS
(Arthur / Fernando Pezão / Omar) 

Em7
Esta noche me voy, 
                            Am
me voy con los poetas
C                                  B7  
no tengas miedo mi amor,
                            Em
no me guardes rencor 
                  Am
no pongas tranca a la puerta.
C                                       B7 
Yo siempre pienso en volver 
    B7                                      Em
[[: Pero al final pego la vuelta :]]

(falado, em cima:)
Si, seguro: Estás enojada. Mejor: espero una semana hasta que pase la tormenta...

Am
No es que sean divertidos
Em
pero toman mucho vino
C                                   B7
y nadie paga las cuentas
Am
Van cerrandonos los bares
Em
vamos ahogando los males
Am
encontrando la belleza 
C                B7                  Em7
enamorando a las mas feas

(intro) 

                              Em7                         Am
Yo se bien que la muerte nos la tiene jurada
C                          B7 
que nos imita la voz... 
                          Em7
Si la vida es un juego 
                            Am
yo intento hacer trampa 
    C             B7         Em7
[[: lo que no da vida mata :]]

Y yo... quiero morirme en salud!

Omar Giammarco: Voz e Violões
Arthur de Faria: Voz, Bandolim e Piano
André Paz: Coro, Baixo Fretless e Theremin

Direção, fotografia e edição: André Paz

Gravado nos estúdios da Loop Reclame de Porto Alegre e mixado por André Paz no inverno de 2014.


quarta-feira, 15 de outubro de 2014

DIA DO PROFESSOR

DIA DO PROFESSOROOOOOOOOOOOOOOOOOORRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRR

POIS É DIA DO PROFESSOR

DESALEGRE PROFESSOR.........

QUE NÃO TEM NADA PARA COMEMORAR................

NESTE ESTADO DE INDIREITO DE EDUCAR................

POIS TUDO O QUE EU DISSER...............

NÃO VALERÁ PARA APLAUIR COMO SE QUER

UM PROFESSOR.......

terça-feira, 14 de outubro de 2014

QUEM É O PIOR?

DEPOIS DE ESCREVER SOBRE A ESPERANÇA NUM MUNDO MELHOR COM O TEXTO

REGURGITADO PARA A MALALA, VER DICIONÁRIO : DEUSA VIVA DA ESPERANÇA

NUM MUNDO MELHOR E MAIS CLARIVIDENTE, CIDADÃ DO MUNDO REGRESSO

DE TALIBÃS EM TODO MUNDO AINDA PROSPERANDO, MENOS ELA QUE LEVOU

UMA BALA NA CABEÇA POR QUERER LER POESIA................ TENHO QUE VOMITAR

POIS JÁ VOMITEI ONTEM, VOU VOMITAR DAQUI HÁ POUCO QUANDO OUVIR AS

PROPAGANADA$$$$$$$$$$$ POLÍTICA$$$$$$$$$$$$$$ DESSA GENTE APOLÍTICA,

NA SUA MAIORIA, SÓMENTE SE AUTO ELOGIANDO OU ACUSANDO SEU OPONENTE

SEM APRESENTAR NENHUMA PROPOSTA CONVINCENTE DE PROGRESSO PARA OS

BRASILEIROS DE MÃOS AMARRADAS PARA DESATAR UM NÓ DE DOIS LADOS SÓMENTE
DO DIA

DAS URNAS.............................

QUEM É O PIOR?

MALALASSSSSSSSSSSSSSSSSSSS

malala malala malala mMALALA MALALA MALALA  MALALA MALALA MALALA MALALA

MALALA
MALALA]
MALALA
MALALA
MALALA
MALALA
MLALAMALALAMALALAMALALAMALALAMALALAMALALAMLALAMALALA

MALALAMALALAMALALAMALAMALMAMAMALALALAMALMAMAL


MALALAMAMALAMALAMALAMALAMALLAM
MALALALAMALAMALAM


MAMAMAMALALALLA

MAMAMALAMALAM]]]]
MAMAMMALLALLALLALLAL

MALALA
MALALA
MALALA....................


UMA ORAÇÃO PARA ESTA MENINA QUE É EXEMPLO DE VIDA, DE IDEAL. DE CORAGEM, DE DETERMINAÇÃO, DE UNIVERSALISMO RELIGIOSO, DE INSSURREIÇÃO,
DE INSURGENCIA, DE VISÃO DE FUTURO, DE LUTADORA VORAZ SEM ARMA NA CINTURA, APENAS A LÍNGUA E O OLHAR................................

MALALA NOVA DEUSA DA JUSTIÇA DOS HOMENS NA TERRA DAS BARBÁRIES...........

MALALA NOVA MUSA DA POESIA E DAS ARTES NA TERRA MAL ESCRITA............

MALALA NOVA CRIANÇA DO MUNDO ADULTO MALDITO..............

MALALA NOVA CLIO DAS BÍBLIAS MAL INTENCIONADAS.......

MALALA NOVA NEREIDA DAS BEIRAS DOS RIOS POLUIDOS.............

MALALA NOVA JOANA D'ARC MONTADA NO CAVALO DE EL CID......................

MALALA NOVA ENVIADA DAS GALÁXIAS DE LUZ DE VENTRES LIVRES.............

MALALA NOVA CHICA DA SILVA......

MALALA NOVA ANITA GARIBALDI ................

MALALA NOVA ROSA LUXEMBURGO................

MALALA NOVA CAMILE CLAUDEL LIBERTADA.............

MALALA NOVA FRIDA KAHLO................

MALALA NOVA SIMONE DE BOEUVOUIR SEM SARTRE.............

MALALA NOVA AMAZÔNIA VERDE RIOS E PÁSSAROS QUE GRITAM

E RESPIRAM ESPERANÇA PARA UM MUNDO QUE ESTÁ POBRE DE MALALAS....

quinta-feira, 9 de outubro de 2014

Editora Salamandra


Editora Salamandra lança novo livro da coleção Judy Moody
A esperta personagem vive mais uma aventura com seu irmão Chiclete
 
Judy Moody volta à ação em mais um volume da série da premiada autora Megan Mc Donald, publicada no Brasil pela Editora Salamandra. A coleção conta a história de Judy, uma menina de nove anos, muito inteligente que sempre vive alguma aventura diferente e influenciando a vida de todos ao seu redor, especialmente seu irmão Chiclete.
Em Judy Moody e a moeda da sorte, a protagonista entra em uma maré de sorte quando ganha uma moeda de sua avó Luísa, que acaba se tornando seu talismã. Judy se torna a garota mais sortuda de todas até que um acidente muda toda história e o precioso amuleto desaparece. Será que a sorte de Judy foi embora de vez pelo vaso sanitário?
Judy Moody e a moeda da sorte é o 11º livro dessa série best-seller nos EUA. Indicada para crianças a partir de nove anos, este livro vai prender a atenção do pequenos em uma emocionante aventura por Washington na companhia da exagerada e divertida de Judy Moody.
Sobre a SalamandraCom um catálogo formado por obras de autores brasileiros e estrangeiros e que contempla desde bebês até jovens leitores, o principal foco da Salamandra é a valorização do livro como veículo de expressão de ideias, sentimentos e emoções. O selo publica obras que dialogam com o leitor, divertindo e provocando a reflexão sobre questões pessoais e do mundo, por meio de uma linha editorial ampla e diversificada para atender todos os tipos de gosto: livros de pano e livros-brinquedo; livros tipo álbum para leitores iniciantes; e, para leitores mais maduros, aventuras, histórias com temas do cotidiano e quadrinhos. Tudo para fazer da leitura uma atividade prazerosa e significativa. Desde 2009, a Salamandra detém exclusividade sobre toda obra literária de Ruth Rocha, uma das escritoras mais talentosas e queridas do Brasil, em uma iniciativa inédita no mercado de livros para crianças e jovens.Contatos para a imprensaS2Publicom Mariana Shinkawa - mariana.shinkawa@s2publicom.com.br - Tel: (11) 3027-0271
Kadygia Ferreira - kadygia.ferreira@s2publicom.com.br - Tel: (11) 3027-0209
Natália Rodrigues  natalia.rodrigues@s2publicom.com.br - Tel: (11) 3027-0205
Elaine D`Ávila – elaine.davila@s2publicom.com.br - Tel: (11) 3027-0223 

quarta-feira, 8 de outubro de 2014

Poesias


 

No Desvendar da Noite

 

A imensidão da noite é encoberta por uma chuva de estrelas...

Decorando o céu com seu esplendor....

A lua surge de forma discreta....

Fazendo uma serenata de amor.

 

A noite cai, os amantes se amam...

Num pranto rasgado de paixão...

Os corações se encontram...

Enamorados, cada vez mais arrebatados.

 

A noite invade ardentemente....

Entre corpos e lençóis...

Travesseiros jogados ao chão...

Um gozo jamais vivido...

Uma noite de paixão!

Uma noite de amor!

 

A noite segue em meio ao ardor...

Ao despertar das almas...

Dos corações alados, dos corações atados...

No mais puro sentimento...

Onde tudo foi vivido, onde tudo foi sonhado.

 

A noite vai, o dia vem...

No amanhecer, os corpos jogados...

Literalmente exaustos....

Mais uma noite de amor...

  Onde todo ardor, toda intensidade foi vivido...

Na alcova das paixões...

Na pulsação dos corações...

No transpirar dos corpos ardentes.

 

 

De repente tudo se foi...

Mais uma noite de amor...

E no despertar se fez presente...

As almas amadas...

Desvendadas pelos toques...

E na intimidade se fez brotar...

Um sentimento único...

Jamais sentido entre duas almas

 

 

 

André Flores

Aprendiz de Poeta